segunda-feira, 23 de setembro de 2013

primavera

de repente a noite é imensa
sem você
e a saudade dos seus olhos
já não basta
pra distrair os meus segundos
minhas horas
que se arrastam
até daqui a pouco

só espero que amanhã
chegue depressa
com o sol regando as flores
do quintal
e que o dia seja lindo
e faça ouvir
o meu silêncio que hoje
você canta