domingo, 6 de abril de 2014

toda noite

às
vezes
o ar não vem

mas a vida continua
passando como o tempo

e o medo
de ser e
de não ser

nem metade da me
-tade de nós mesmos